O QUE VEM A SER "FAIR PLAY"

 

 


"FAIR PLAY" é algo que não custa dinheiro, e não prejudica ninguem,
muito pelo contrário, apenas benefícios nos traz, pois se bem o usarmos,
se tratarmos nossos semelhantes com educação e lisura, certamente
receberemos "FAIR PLAY" de retorno...
Ósculos e amplexos,
Marcial

O QUE VEM A SER "FAIR PLAY"
Marcial Salaverry
 
Com certeza, esse tal de "Fair Play" é algo desconhecido por muita gente infelizmente, pois é algo que indica artigos meio que em extinção, como lisura e educação no trato com seus semelhantes.  Inclusive, há algum tempo atrás, houve uma campanha visando premiar a lisura e a disciplina nos campos de futebol, e a FPF houve por bem instituir o “Troféu Fair Play”, para premiar a equipe que melhor se houvesse  no quesito disciplina, e cuja torcida revelasse maior educação em seu comportamento. Foi algo que teve sucesso na época, mas que depois já ficou esquecido. O tal do Fair Play, virou fair play mesmo, e os princípios tão cultivados, já foram relegados ao esquecimento, e já nem se fala mais no assunto.  A violência voltou a imperar no campo e nas arquibancadas.  E torcedores em seu juízo perfeito preferem ficar em casa.
Isso foi apenas um preâmbulo... Para que possamos falar de Fair Play, que é um sinônimo de lisura, educação, de elegância no trato das pessoas e acontece que  atualmente,  por ser este um artigo em absoluta falta no mercado,  seria muito necessário tentar encontrar um restinho de estoque desse tal de Fair Play em algum lugar.
A nível mundial, que tal um pouco de bom senso para os “senhores do mundo e da guerra”.  Por que não tentar resolver tudo respeitando os desejos de paz?.  Afinal se a grande maioria  não cessa de clamar pela paz, por que ainda se falar em guerra? Se tudo pode ser resolvido com Fair Play, por que insistir na violência?  A que pode levar essa situação de instabilidade?  Simplesmente a uma crise de proporções incalculáveis, a  retaliações cujo ônus sempre recairá em cima de quem nada tem a ver com a história, e que, muito pelo contrário, apenas quer, pede e exige PAZ.
A nível familiar, seria muito bom se houvesse um tantico desse Fair Play, diminuindo o clima de hostilidade dentro de seus lares.  São tantos casos de agressões, de pais violentando filhos, de filhos matando pais, de irmãos agredindo-se mutuamente.  Sempre houve brigas familiares, mas ultimamente a violência está extrapolando.  Há que se pensar mais na harmonia dentro dos lares.  Mera utopia? Talvez, mas se cada qual procurar fazer sua parte, quem sabe algo pode melhorar no mundo.
Muito Fair Play também seria necessário dentro da Internet, pois são inúmeros os casos de desrespeito aos mais comezinhos direitos de uso, que se torna necessário pensar em uma campanha, visando incutir em todos a necessidade de um respeito mútuo. Cada qual cumprindo sua parte, fatalmente tudo irá melhorar. E o que seria necessário para chegarmos ao Fair Play internetário? Basta que se observe uma norma de Direitos Humanos, tão antiga quanto o mundo: Meu direito termina onde começa o seu, e o seu onde começa o meu.
Os autores querem ter o direito de preservar seus nomes em seus textos.  Então, por que retira-los? Não existe nada que justifique uma atitude dessas. Já muito se falou sobre os comos e porquês.  Basta que se frize ser esse um direito inalienável, e que nada custa ser respeitado. Pelo contrário, elimina o trabalho de apagar nome...
O mesmo deve ser dito com relação ao trabalho dos webdesigners que queimam as pestanas  para encontrar figuras e mids que se adequem ao texto, e que, logicamente ficarão muito aborrecidos se outros se aproveitarem de seu esforço para “brincar” de webdesigner... Vá a luta. Aprenda. Crie também e apresente seu trabalho, ao invés de “cafetinar” esforço alheio.  Não deve ser muito agradável receber algum elogio por um trabalho apresentado, e não ter nada de seu nele.  Tirou o nome do autor, estragou o trabalho do web, e daí?  Isso não representa vantagem nenhuma.  Procure fazer por merecer elogios por seu trabalho mesmo.  Garanto que seu orgulho assim será justificado.
E que dizer então da falta de respeito que representa os “fabricantes” de Spam. Esse tipo de propaganda acaba tendo efeito contrário ao desejado.  Muitos usuários se aborrecem tanto com o “lixo” recebido, que o considera um LIXO  mesmo, e o deleta sem sequer ver do que se trata. Aprendam a direcionar sua propaganda para quem realmente possa estar interessado no que é oferecido.  Fazendo-o assim, aleatoriamente,  através de Spam, tenham a certeza que o efeito não é o almejado, muito pelo contrário, pois a grande maioria sequer perde tempo olhando, e deleta diretamente
Isso para não falar no pior de todos os desrespeitos, que é a disseminação de vírus.  É impossível entender qual a finalidade dessa atividade tão perniciosa. Também é assunto tão fartamente discutido, que não vale a pena alongarmo-nos muito com ele.
Bem, o objetivo foi falar sobre elegância e educação no trato entre as pessoas, e, convenhamos, "Fair Play", não custa nada e muito representa. Observemo-lo, pois....
E com todo Fair Play possível, desejo-lhes UM LINDO DIA.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados