SAUDADE... VAMOS ENTENDE-LA

 

 

Saudade pode ser uma lembrança de doces momentos vividos... Mas também pode ser uma amarga lembrança... Depende de nós mesmos...
Osculos e amplexos,
Marcial

SAUDADE... VAMOS ENTENDE-LA
Marcial Salaverry

Para entender a saudade, e porque a sentimos, precisamos saber que sentir saudade, certamente é a prova mais pura de sentimentos e emoções sentidas  quando vivemos um grande amor, ou algo que nos fez sentir uma emoção muito forte, muito viva, que se torna inesquecível, porque  transcende o  ontem, o hoje e o amanhã.
Não se conta o tempo, por ser um sentimento atemporal. Sentimos saudade do ontem, do ano passado, de uma outra vida. A saudade mora em nossa alma. Podemos sentir saudade a partir do momento em que uma porta se fecha.
A saudade desse amor vivido com alguém, independe se foram apenas momentos, ou se por toda nossa vida.
Com toda certeza,  essa doce lembrança é como se fosse  uma dádiva preciosa que guardamos  em algum lugar  especial de nossa alma e que nos acompanha pela eternidade.
Fica igualmente a certeza de que, por razões que a nossa própria razão desconhece, nos infinitos futuros,  será possível reviver esse grande amor com a mesma pessoa , pela imortalidade de nossa alma.
Os verdadeiros amores passam diversas vezes, por diversas vidas,  até seu resgate definitivo.
Por vezes a saudade grita em nossa alma, mas sempre teremos lindas lembranças, e se assim não fosse, não teriamos saudade, que é um doce sentimento que apenas está presente para relembrar todos os lindos momentos vividos.
Podemos dizer que a saudade é um grito de nossa alma, trazendo à memória o que de bom foi vivido, sendo essa a diferença entre sentir uma saudade doida, gostosa, ou uma saudade doída, triste...
Na certeza de que dia chegará em que a saudade deixará de fazer parte de nosso SER, tenhamos todos um LINDO DIA!


 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados