AMIZADES PERIGOSAS

 

Muitos poderão perguntar: COMO UMA AMIZADE PODE SER PERIGOSA?.
Podemos definir como "Amizades Perigosas" aquelas que são mal direcionadas, ou seja, pessoas que no afã de se mostrarem amigas, começam a interferir na vida de seus amigos.
Pessoas que por não adquirirem consciência de que seu interesse está sendo excessivo, começam a ser inconvenientes, pois seus cuidados começam até a prejudicar, interferindo no "modus vivendi" .
A "vítima" desse excesso de amizade começa a se sentir sufocada, pois já não consegue dar mais nenhum passo sem que sua amiga esteja controlando seus movimentos.
Essa pessoa pode não notar, mas começa mesmo a "sugar" as energias da amiga, limitando seu campo de ação ao seu próprio. Começa a querer direcionar a caminhada da amiga, como se fora uma sombra.
Tais amizades mais prejudicam do que ajudam. Quem já não foi obrigado a dar um "chega prá lá" a algum amigo ou parente mais, digamos, "insistente". É de nossa natureza marcar os próprios limites. Ninguém suporta ter sua liberdade de ação violentada.
Como fazer para se livrar de tais amizades? Para algumas pessoas é fácil, pois basta uma conversa franca para colocar as coisas em seus devidos lugares. É preciso que se mostre às pessoas quais são os limites que lhe são permitidos. Isso não é muito fácil. Dependendo do grau de compreensão das pessoas, essa conversa muitas vezes é penosa. Penosa, mas necessária, pois uma conversa franca muitas vezes evita rompimentos traumáticos.
É preciso entender que nem sempre as pessoas agem por mal. É o chamado excesso de amizade. Então, não sabem observar seus limites. Entram na casa sem serem convidadas, procuram as amigas no quarto, sem procurar saber se sua visita é ou não desejada naquele momento. Tudo isso é feito "em nome da amizade". Perguntam-se : Somos ou não amigas?" Não precisamos ter segredos.
Bem, não é bem por aí. Amigas ou não, onde fica a privacidade? Ninguém gosta de ter sua intimidade violada.
Por vezes, as vítimas dessa violência são pessoas sensíveis, que não tem coragem de magoar as amigas com uma conversa franca e definitiva. Nesse caso, sugiro que lhe passe sinais de que está passando dos limites, que está prejudicando até a mesmo a saúde. E, se nem assim a pessoa "se tocar", é sinal de que algo tem que ser feito. Então gente, temos mesmo que ter aquela famosa conversa franca, doa a quem doer. Temos que levar em conta que o mais importante é nosso bem estar.
Temos que nos sentir bem e, convenhamos, uma marcação cerrada dessas provoca danos enormes em nossa estrutura.
Finalizando, podemos definir como uma "Amizade Perigosa", toda aquela que começa a deixar de ser amizade, e passa a ser um "querer viver a vida da amiga", tomando o perigoso caminho da interferência indesejada.

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados