SENTINDO A PAZ INTERIOR

 


SENTINDO A PAZ INTERIOR
Marcial Salaverry

Com toda certeza o maior objetivo de todo e qualquer ser vivente, é conseguir encontrar sua Paz Interior.
Para entender como será essa tal Paz Interior, é bom esclarecer que na verdade, não se trata de ir para alguma cidade do interior e lá encontrar a paz, embora com toda certeza, numa cidade pequena seja mais fácil encontrar uma certa paz para se viver, pois longe da agitação das cidades grandes, algo que sempre induz ao stress, sempre se pode viver com alguma tranquilidade a mais.
Mas isso não quer dizer que se tenha encontrado a tão decantada e desejada Paz Interior, pois o que encontramos, foi a paz no Interior.
Vamos nos socorrer na sabedoria de meu um tanto ausente guru, o sábio L’Inconnu, que nos deixou a seguinte e mui sábia mensagem:
"A Paz Interior entrará à medida em que a Inveja, a Cobiça, a Maldade, o Orgulho, o Egoísmo, forem saindo de sua alma."
Sem qualquer sombra de dúvida, ele está coberto de razão.  Vejamos por partes.
A Inveja, sem dúvida, é algo que induz a sentimentos mesquinhos. Existe uma boa inveja, ou seja, quando admiramos uma pessoa que consegue grandes êxitos, ou que tem aquilo que muita gente chama de "sorte na vida", mas que na realidade é vontade e capacidade.
Esse tipo de inveja, pode fazer com que nos esforcemos para tentar conseguir coisas parecidas.
A inveja negativa é aquela que nos faz desejar que essa pessoa perca aquilo que conseguiu, ou pior ainda, quando cobiçamos de tal maneira isso ou aquilo, que não hesitamos em procurar tirar dessa pessoa aquilo que ela conseguiu por méritos próprios, usando para tanto até recursos ilícitos, nos auto justificando com a célebre e maldosa frase: "o fim justifica os meios..."
Claro que não é por aí. Se quisermos chegar ao nível de quem está acima, devemos nos empenhar ao máximo para subirmos, ao invés de procurarmos trazê-lo para baixo.
A inveja e a cobiça andam de mãos dadas. É a mesma negatividade de sentimentos. Não se deve cobiçar o que outras pessoas tem. Devemos sempre ter nossos objetivos na vida, e lutarmos por eles.
A Maldade, é uma gama de coisas ruins. Quem tem a maldade dentro de seu espírito, deve procurar fazer uma reavaliação de sua vida, pois algo terá que mudar. Basicamente é aquele célebre pensamento: "quero que fulano se dane...". Por que desejar o mal para alguém? O que ganhamos, desejando que alguém "se dane"? Em que nos beneficiará ver a desgraça de outra pessoa? Apenas para termos o sádico prazer de ver alguém se dar mal na vida? Se é alguém que vive de maldades, de uma maneira ou outra ele será punido. Se é algum inimigo seu, penso que será melhor desejar que ele seja bem feliz e se dê bem na vida, pois quanto melhor estiver, menos maldades irá tentar arquitetar.
Pensamentos mesquinhos nunca nos fazem bem. E desejar o mal para alguém, seja quem for, sempre será um pensamento mesquinho.
Podemos pedir punição para quem comete crimes, e isso é outra coisa. Castigar quem cometeu alguma atrocidade, ou agiu irresponsavelmente, é simplesmente dar-lhe uma lição de como se deve viver. Trata-se de aplicar algo chamado Justiça, e que anda meio esquecida.
Orgulho e Egoísmo também andam de mãos dadas. São sentimentos quase correlatos. Impedem que olhemos com simpatia as pessoas que nos cercam. Seja por nos julgarmos superiores, seja porque só conseguimos pensar em nós, esquecendo-nos de que, na realidade, existe uma interdependência. Vivemos em uma sociedade globalizada, em que todos dependem de todos. O que seria dos sábios, dos milionários, se não existissem os pedreiros, os coletores de lixo, os serviçais domésticos? Cada qual em sua função, deve ser respeitado, desde que faça sua parte com correção e honestidade. Desde o mais humilde gari, até o mais alto mandatário da uma Nação. E muitas vezes encontramos pessoas de melhores princípios nas classes mais humildes.
Enfim, para que se consiga a tão propalada e desejada Paz Interior, basta nos lembrarmos de alguns sentimentos chamados Solidariedade, Fraternidade, Humildade, Carinho, Amor, Perdão, Compreensão...
Basta que façamos a troca em nossa alma. Basta que nos deixemos dominar por bons pensamentos, como um certo Alguém que disse uma vez: Perdoai-os Pai... Eles não sabem o que fazem..." apesar de saber que eles sabiam muito bem o que estavam fazendo, e mesmo assim, pediu perdão para eles...
E com essa idéia em nosso espírito, vamos nos dar as mãos, num círculo imaginário, desejando-nos mutuamente UM LINDO DIA.
"Para obter a Paz Interior,
troque a frustração, a dor,
por muito carinho e amor..."


 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados