CERTAS ESCOLHAS DE NOSSA VIDA

 

Muitas vezes precisamos escolher, e nem sempre fazemos a escolha certa...
Osculos e amplexos,
Marcial

Em certas épocas de nossa vida, chegamos a verdadeiras encruzilhadas, e precisamos saber escolher o caminho certo, ainda mais considerando que como seres humanos em eterna "reconstrução" ou evolução, não podemos deixar de fazer escolhas, nem evitar de sermos escolhidos. E nem sempre conseguimos discernir por qual caminho seguir, e por qual companhia optar.
Qualquer escolha em sentido amplo, envolve sentimentos diversos como emoção, paixão, simpatia, posse, amor, ingenuidade, virtude, psicologia, espiritualidade e até mesmo o complexo tema da Eternidade que por sua vez implica em tempo, provocando uma dúvida sobre o real sentido do tempo, que seria algo como um interminável caminhar existencial por incontáveis níveis de experiências gravadas em nossa alma, sem jamais alcançar um ponto definitivo que podemos chamar de Eternidade.
Nosso Mestre Criador nos contemplou com razão, inteligência, livre arbítrio para que nos propuséssemos a analisar e intuir julgamentos simples e óbvios entre a escolha certa ou errada, entretanto , preferimos não nos aprofundar ou ir além da superfície  da nossa autoconsciência e em consequência fazemos escolhas efêmeras só comparadas com jogos de apostas.  Quando erramos na escolha de um automóvel, roupa, casa, enfim coisas materiais, sempre é possível encontrar uma saída, usando da mesma superficialidade emocional para substituir o objeto que foi escolhido erroneamente, o que nos leva a sempre estarmos buscando algo.
Mas quando erramos na escolha de amizades ou parcerias, depositando total confiança, credibilidade e fazendo-os fiel depositário de nossas confidências  e de repente "quebramos a cara " ao descobrir que essa escolha foi um erro incorrigível, com as piores consequências possíveis, isso fatalmente nos levará àquele sentimento primitivo de revolta, de incontida raiva  contra o mau caratismo do falsidade dessa criatura, assim como nossos ancestrais do tempo das cavernas  sentiam. Jamais admitimos que o erro de cálculo e/ou avaliação foi nossa. Havia indícios que não quisemos ou sequer tentamos conferir dessa falha de caráter da criatura em questão.
Mais ainda quando entramos na seara do campo amoroso, e nosso sentimento afetivo se manifesta  tão atraído por uma pessoa, que nossa autoconsciência nem de longe é capaz de nos dissuadir dessa escolha, mesmo que se possa conscientemente saber desde o início que  estamos fazendo uma escolha equivocada, que fatalmente nos levará a profundos aborrecimentos, mas nossa emoção nos impede de abrir os olhos, e embarcamos numa enorme canoa furada. E depois, vem a célebre pergunta: Por que não ponderei antes, e me entreguei a essa aventura?
Nem seria necessário dizer que  isso vem acontecendo em número muito maior do que podemos imaginar. Penso que são sinais de crise de conduta bem visíveis na sociedade atual, em que a falsidade e a hipocrisia ocupam posição de relêvo, e que respeito e consideração começam a ser considerados "artigos em extinção" Assim, as pessoas "vestem" roupagens angelicais, ocultando maldade de sua alma.
Assim como observamos  de forma cada vez mais acentuada a falta de referência e ausência de líderes em quase todas as Nações,  a falta de firmeza de caráter  e o senso de honestidade se confunde com ingenuidade sendo portanto,  um campo fértil para que o cinismo se instale, com a consequente deterioração da confiança e da credibilidade nas instituições de qualquer espécie, motivado pela conduta e comportamento do ser humano, que está literalmente perdido.
A coisa chega a tal ponto, que se pode recomendar a conformação  com o atual quadro catastrófico que estamos vivendo, sendo realmente necessário que ocorra uma grande revolução nas mentes do ser humano, provocando algo como um Novo Renascimento, abrindo a possibilidade de surgir novos e verdadeiros líderes imbuídos de um real sentido de solidariedade com o destino da humanidade, autenticos heróis com poderes reais de dar um "basta" às Guerras Santas,  à destruição da Natureza, e que sejam verdadeiros Guerreiros do Bem.
Será que poderemos assistir a isso, ou o Amigão terá que dar um jeito de acabar com tudo, mas Ele deve ter em conta que para um eventual recomeço, deverá usar barro de melhor qualidade, para que todos possam realmente fazer de cada dia de sua existencia, UM LINDO DIA.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados