AFINAL, É UMA SIMPLES PALAVRA

 

AFINAL, É UMA SIMPLES PALAVRA
Marcial Salaverry
 
E, afinal, é uma palavra tão simples, tantas vezes falada, e significa o melhor de nossos desejos. Muitos ainda a consideram um palavrão, mas é a única que expressa corretamente um desejo sexual muito forte.  Essa palavra é Tesão. Por que será que muita gente tem vergonha de dize-la? Existe e é uma grande verdade, pois exprime o mais primitivo e simples dos sentimentos.  É algo que  sentimos durante toda nossa vida.  E sentimos quase sempre.  O desejo não precisa de muita coisa para se acender. Basta um olhar, um toque, um poema, até mesmo um e-mail para começarmos a sentir aquela sensação indefinível,  aquele  desejo de sentir prazer.
Para dizer a verdade, tesão não precisa de explicações, pois essa é a hora da linguagem do corpo, que fica excitado, da pele, que fica arrepiada, da química, que provoca reações em nosso organismo, colocando à  mostra a loucura que habita em nós...
E como os corpos conhecem bem essa  linguagem perfeita.  Desde a mais tenra idade, o instinto sempre sabe despertar a excitação interior, ou melhor, o Tesão.
Os corpos apenas  pedem carícias, beijos, exigem abraços apertados, sensuais. As bocas se buscam, querendo beijos, querendo tudo a que tem direito, parecem simplesmente dizer que venha, misturando os cheiros, entrelaçando pernas e braços, na explosão de um real tesão.
Nesse  momento, as  palavras são somente complemento, mera figura de retórica.
Nesse momento pele toda arrepiada parece sussurrar, pedindo mais carícias, mais e mais carinhos, parecendo exigir mais toques, mais beijos, mais abraços...
Chegamos ao  instante em que  perdemos o controle  da razão e nossos corpos ficam como que bailando, completamente engolfados na satisfação desse forte desejo de amor, que sentimos por puro instinto, e isso é algo que não se aprende na escola, ou seja, o conhecer do próprio organismo.  E quando o tesão surge, é difícil controla-lo adequadamente.  Há que se ter muita força de vontade, para conseguir controlar a situação, pois em certos momentos, é preciso segurar a barra...
O interessante, é verificar as diferentes reações que certas pessoas costumam ter, uma vez satisfeito o desejo, e obtido o prazer. A reação normal seria uma continuação de carinhos, permanecer-se abraçados, numa extensão do prazer.  Contudo, talvez por falta de sensibilidade, existem aqueles que, simplesmente viram para o lado e dormem, ou então, levantam e vão embora.  Essa segunda atitude é explicável, em caso de amores clandestinos, quando nem sempre o prazer é total, que geralmente é obtido com essa continuação de contato prazeroso,
já que mesmo após satisfeito o desejo mais urgente, o tesão sempre permanece entre aqueles que se amam.  E essa continuação é muito importante.  Quem não tiver esse hábito, sempre é bom prestar mais atenção nesse detalhe, nessa continuação do namoro após o prazer. 
Tesão não é apenas o ato sexual, é o prazer de se estar junto, é o sentir o contato da pessoa amada, mesmo que esteja fisicamente distante, pois quando o desejo é muito forte, a força do pensamento também ajuda.
Bem, após tentar definir o que é o tesão, perdi o tesão de continuar escrevendo, e então limito-me a desejar a todos que tenham UM LINDO DIA, e de preferencia, com tesão pela vida...

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados