SEMPRE ACONTECEM OS "AZARES DA VIDA"

 

Infelizmente, algo que sempre pode acontecer em nossa vida, são certos acontecimentos que podem atrapalhar algo, são os tais dos “azares da vida”...

E não existe uma fórmula mágica que os evite...

Ósculos e amplexos,

Marcial

 

 

SEMPRE ACONTECEM OS “AZARES DA VIDA”

Marcial Salaverry

 

Se tudo na vida transcorresse conforme nossos desejos, é mais do que óbvio, ou como diria o saudoso Sergio Porto, seria o “óbvio ululante” que jamais teríamos problemas de saúde, ou quaisquer problemas, e assim, nosso saldo bancário sofreria créditos a cheque emitido, ao invés de débitos, nosso time sempre seria campeão, não haveria quem não se apaixonasse por nós, e ainda restam muitas benesses que poderiam nos acontecer, que deixo a cargo da imaginação sempre fértil de cada um.

 

Ocorre que as coisas não são bem assim, e sempre acontecem coisas, que jamais estão em nossas previsões, e que vem atrapalhar muitos de nossos sonhos, de nossos desejos, e que geralmente são atribuídas aos “azares da vida”.

 

Claro que existe o imponderável. Acidentes de qualquer espécie, que jamais poderíamos sequer imaginar pudessem acontecer, e contra os quais nada poderia ser feito.  São realmente os “azares da vida”, ficando por conta do acaso, ou do destino, como queiram, e que são as “pedras no sapato” que encontramos em nosso caminho, e que sempre atrapalham nossa vida, e que gostaríamos que jamais nos acontecessem, mas acontece que  acontecem, e somente teremos que procurar minimizar ou tentar consertar os  efeitos daninhos eventualmente sofridos. 

Contudo, sofremos muitos revezes na vida, que poderiam ser evitados, se tivéssemos usado bom senso em nossa vida, ou então no planejamento de nossas ações, e que são certas coisas que fazemos, sabendo que poderão nos causar transtornos futuros e que, teimosa, ou burramente insistimos em fazer, como por exemplo, adquirindo certos vícios, como fumo, bebidas, drogas, jogo.  Fatalmente mais cedo ou mais tarde, esses vícios cobrarão seu tributo, e, mesmo sabendo, entramos de sola.  Claro está que ao sofrermos suas consequências mais tarde, jamais poderemos atribui-las aos “azares de vida”, mas sim à burrice nossa.

 

Como também jamais poderá ser considerado “acidente de percurso”, uma gravidez indesejada. O que realmente ocorreu, foi que foram tomados os cuidados necessários para evita-la.  Como consequência de um descuido consciente, paga-se esse preço, um bebê em sua vida... E esse, um problema a longo prazo...

 

O mesmo se pode dizer do uso indiscriminado de anabolizantes.  Os jovens querem um físico rapidamente desenvolvido, e o fazem “turbinando-se”.  Essa prática  então, é um autentico crime que se comete contra o próprio organismo.  As consequências provocadas pelo uso dos esteróides anabolizantes são as piores possíveis. No entanto, usa-se e abusa-se desse recurso com a finalidade de desenvolver o físico.  Realmente o físico sofre transformações enormes, e o mesmo ocorre com diversos órgãos internos.  Para todos, homens e mulheres, pode causar esterilidade permanente, e para muitos homens, apenas a impotência... Isso sem falar na morte breve.  Perdi diversos amigos assim.

 

Como vemos, se realmente nossa vida pode ser muito prejudicada por autênticos azares da vida, existem muitos desses “azares”, que não podem ser atribuídos ao destino, mas à nossa inconsequência mesmo.  Colocamos essas “pedras no sapato” por nossa livre iniciativa, e não poderemos nos queixar do infeliz do destino, que não tem culpa de termos um câncer provocado pelo fumo, ou uma cirrose, pelas bebidas, ou uma falência de nossas economias causada pelo jogo, ou mesmo a vida encurtada por causa de drogas ou anabolizantes, pois enveredamos por esse caminho, por nossa vontade, usando nosso livre arbítrio. E deveremos arcar com as consequências, sem sequer ter o direito de reclamar da sorte.

 

Esperando que nada disso nos aconteça, desejo que todos possamos fazer de cada dia de nossa vida, sempre UM LINDO DIA, sem “pedras no sapato”...

 

Aliás, falando em pedra no sapato, lembrei-me de uma citação muito interessante, que diz:

“Pior do que uma pequena pedra no sapato, só um grão de areia no preservativo...”

 

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados