É POSSIVEL TERMOS UM NATAL BRANCO

 

Embora não costume cair neve aqui nesta época do ano,
não custa imaginar que podemos ter um Natal Branco...
Sonhemos, pois...
Ósculos e amplexos,
Marcial

É POSSÍVEL TERMOS UM NATAL BRANCO
Marcial Salaverry

É fato que está quase chegando o tão esperado Dia de Natal, e fica em nossa retina a imagem que desde criança sempre nos foi apresentada de um Natal com neve por toda a parte, aquele famoso Natal Branco, que jamais tivemos aqui, mas, analisando bem, na verdade verdadeira, podemos ter aqui um Natal Branco... 

Claro que eu sei que não temos neve aqui, mas, apesar de não a termos, podemos muito bem ter um White Christmas, e vamos entender como isso será possível, e certametne fará muito bem para nossa alma, e para todos. 

A cor branca não simboliza a paz? Então,  com muita paz no coração, poderemos ter um Natal Branco, o que seria uma bela emoção... 
Como conseguir ter paz no coração? Parece ser impossível, pois essa violência que campeia aí por fora, realmente complica, e assusta muito. 
Mas a verdade é que podemos fazer pelo menos a nossa parte, usando a imaginação, e tendo da paz uma sensação, e, usando bem nossa imaginação, poderemos imaginar que árabes e israelenses vão resolver a questão numa disputa esportiva, que poderia provar quem é o melhor, pelo menos esportivamente. 
O mesmo poderiam fazer todos os povos que se encontram em permanente estado de litigio, o que certamente irá trazer para o mundo um grande alivio, saber que inimigos que se declaram irreconciliáveis, estão pelo menos pensando em Paz...
Certo que é meio utópico, mas não custa sonhar que o mesmo poderiam fazer irlandeses do norte e do sul, russos e chechenos, bósnios e sérvios, santistas e corintianos, sampaulinos e palmeirenses, vascainos e flamenguistas, colorados e gremistas, atleticanos e cruzeirenses, e vai por aí afora. Caramba, será que o bicho homem não se cansa de brigar?

Depois de usarmos bem nossa imaginação, e chegarmos à conclusão de que estamos em um "Natal Branco", então poderemos tranquilamente ouvir
como "bate o sino pequenino" e "juntos eu e ela", bem como todos os demais, cada qual na melhor companhia possível e imaginária (vale tudo... não estamos usando a imaginação ?) "vamos à capela" que pode perfeitamente ser o recesso do lar e, "felizes a rezar", e a pedir ao nosso grande Amigão, que prolongue esse "Natal Branco" pelo restante do ano. Terminando, só nos resta pedir  que "abençoe, Deus Menino, este nosso lar".  Logicamente extensivo a todos os lares do mundo.  Seria tão bom se assim fosse. 

Pelo menos podemos fazer nossa parte, sendo lícito também esperar que todos os demais o façam, para um "Natal Branco" geral.
Amigos, desejando para todos UM LINDO DIA, acrescento meus votos de UM NATAL BRANCO PARA TODOS, com muita Paz no coração. 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados