PROFESSOR, UMA CLASSE EM EXTINÇÃO

 

Em nome dos professores de minha infancia e juventude,
que me ajudaram a ser quem sou na envelhitude,
parabenizo a todos os heróis anonimos no dia de hoje,
antes de sua extinção...
Osculos e amplexos,
Marcial

PROFESSORES, UMA CLASSE EM EXTINÇÃO
Marcial Salaverry
Vamos ver porque a classe dos professores pode ser considerada em extinção... Vamos procurar entender o que é ser professor, e entender como é desanimador ver tanta falta de reconhecimento, seja por parte das autoridades, seja por parte de certos alunos e mais ainda, dos pais desses alunos.
Parafraseando um velho ditado, digo que de professor e louco, todos temos um pouco. Todos nós temos algo de professor dentro de nós.  Sempre temos algo a ensinar a alguém e, principalmente, sempre estamos, pelo menos, querendo ensinar algo a alguém. Vai daí que, o Dia do Professor é dedicado a todos nós, e não somente àqueles heróis e heroínas que labutam nos bancos escolares, ganhando uma fábula de salário (lógico, fábula é coisa que não existe...) procurando ensinar suas matérias a alunos, na maioria das vezes muito recalcitrantes. Qual de nós não tem um lugarzinho especial na memória para algum professor (a) que teve uma passagem marcante em nossas vidas ? Eu, particularmente, retiro das brumas de um passado longínquo o nome de Dna. Rosina Pastore, que foi minha professora no quarto ano primário e admissão ao ginásio no Grupo Escolar Arthur Guimarães.  Sem dúvida alguma, UMA SANTA.  Muito do que sei e sou, devo a ela, pelas lições de vida que dava em suas aulas. 
Acho que a melhor homenagem que se pode prestar a esses profissionais abnegados é esse mergulho no passado e, com um pensamento forte e saudoso ver e relembrar a importância que os professores tiveram em nossa vida, ainda mais, se considerarmos que a atualidade é bem mais sombria do que antigamente.  Não deixo, também, de estender os parabéns a todas as pessoas que, revelando o professor que existe dentro de si, sempre estão prontos a transmitir seus conhecimentos para outrem.  Todo aquele que ensina alguma coisa a alguém, pode com todo direito ser chamado de professor.  Então, a todos aqueles que em alguma época da minha vida dividiram seus conhecimentos comigo, meu MUITO OBRIGADO E MEUS PARABÉNS pelo dia 15 de outubro.
Analisando bem as funções dos professores, chega-se à conclusão de que realmente, um professor para merecer ser assim chamado, tem que ser um ser especial, com uma real vocação para o magistério, pois não é fácil ser professor. Não é apenas  decorar as aulas, e despejar matéria em cima dos alunos. Envolve muita coisa. Exige mesmo uma doação por parte daqueles que escolheram essa profissão.
Podemos considerar professores, como uma classe em extinção,  devido a certas condições,  que cada vez mais, dificultam o exercício de sua profissão, e assim, cada vez menos pessoas querem abraçar uma profissão que, além de ser mal remunerada, ainda conta com a falta de reconhecimento, não só por parte dos alunos, mas também e principalmente por parte dos pais. Mais ainda, por parte dos pais dos maus alunos, que atribuem todos os problemas que seus filhos causam, à ineficiencia de seus professores.
É preciso haver mais respeito a quem tem uma função tão importante e delicada. É preciso que as autoridades esqueçam o lado romantico da coisa, e, esquecendo a utopia, caia na realidade, pois esta é  uma das classes mais mal remuneradas que existe, obrigando que um professor tenha outras fontes de renda,  para tentar morrer de fome com dignidade.
Não podemos esquecer os longos anos de estudo para chegar ao Magistério. Realmente, Professor não é uma profissão, é um estado de espírito. É imprescindível que sua remuneração seja reavaliada.
É preciso que haja mais respeito aos professores, seja por parte dos alunos que tem que entender que eles estão na escola para estudar, e não para badernar, e que, se não quiserem estudar, devem procurar outros meios de vida. E os pais precisam entender que devem fazer sua parte na educação dos filhos, preparando-os adequadamente para a escola, explicando que eles devem respeitar os professores, como se fossem seus pais.
O problema é que  geralmente a falta de respeito começa em casa, pois nem todos os pais sabem  mostrar aos filhos quais são seus limites, e o desconhecimento desses limites, implica na falta de respeito, não somente aos pais, como também aos professores, criando uma série de problemas nas escolas.
Fechando o círculo vicioso, justamente esses pais, são os que mais reclamam da ação dos professores que acabam desanimando, e desistindo dessa profissão.
Assim, pode-se concluir que pelo andar da carruagem, não demora muito, não encontraremos mais ninguém com  disposição para encarar essa tão delicada e sacrificada profissão.
Assim, se não houver mudanças em todos os sentidos, podemos considerar os professores, como uma classe em extinção.
Esperando que a coisa realmente se modifique, vamos com uma certa dose de otimismo, esperar que o Dia do Professor, seja realmente UM LINDO DIA.


 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados