AMIZADE, AMOR, PAIXÃO

 

 

AMIZADE, AMOR, PAIXÃO
Marcial Salaverry
 
São sentimentos estreitamente interligados, e certamente é muito dificil defini-los.
Sobre o Amor, é preciso considerar que por muitos é considerado como uma armadilha, uma rede insidiosa na qual somos envolvidos e da qual muitas vezes não conseguimos sair pelos métodos da lógica, do raciocínio, da ponderação, e isso, quando é aquele amor que é uma forte atração de corpos e de almas, que se deseja viver sem reservas e com entrega total.
Esse amor pode ser ilógico, pois se ama sem saber o porque, quando apenas é preciso saber entender se existe ou não a reciprocidade, antes de se entregar a um amor sem reservas.
Assim como a amizade, o amor não pode ser unilateral, é algo que  exige reciprocidade total completa e absoluta, para ser algo verdadeiro, gostoso para ser vivido em plenitude.
A amizade é uma forma de amor que existe entre duas pessoas, sem desejos físicos, sendo apenas uma necessidade da alma, sendo uma forma de amor onde não existe necessidade de sexo, para que se esteja bem em determinada companhia, e assim, não existe armadilha na amizade, uma vez que a amizade a gente conquista, cultiva, racionaliza, aceita ou não aceita. Pode ser vivida integralmente sem fortes envolvimentos.
Assim como no amor a amizade é um encontro de almas com afinidades ou com dependencias, pois muitas vezes, ou mesmo, na maior das vezes a amizade deixa de ser uma troca para ser uma doação. Um que doa, o  outro que recebe, e certamente sempre tem que haver a troca, a sincera reciprocidade.
No amor deverá haver sempre uma doação recebida e devolvida na mesma intensidade, senão deixará a qualquer momento de ser um prazer para se transformar em dor profunda, angustiante, alucinante. Na verdade, as amizades escolhemos, ou seja, a amizade é além de afinidade, também, um ato de escolha, o amor pode ser uma armadilha na qual caímos. Não escolhemos a quem vamos amar, pois o amor chega e se impõe, se assenta no seu trono e reina absoluto sobre nossa razão, inteligência e vontade. Ele comanda.
A Amizade dura enquanto encontra eco e espaço, reciprocidade, afinidades, portanto, a amizade verdadeira dura pela afinidade e reciprocidade, independendo de condições financeiras, condições físicas, de beleza exterior, uma vez que na amizade o que conta é o interior, a afinidade anímica,  e o físico é sempre secundário. Estou falando de amizades genuínas, desinteressadas. Porque as outras amizades que se pautam em cima de interesses materiais ou vaidades, tal "sou amigo(a) do fulano que é um superstar, ou que é o presidente da associação X, ou que é o dono do palácio M, ou sou amigo(a) daquele(a)modelo ou... Existem muitos ous a serem citados, e que movem uma "amizade por interesse", caindo  naquela pauta do amor ou amizade por interesse, que pode ser considerado uma espécie de prostituição da amizade...
O Amor, a Amizade, quando algo sincero,  dura para sempre, na saúde, na doença, na riqueza, na pobreza, na juventude, na velhice, na beleza e na perda desta. Para o amor não existe distância, tempo, desde que ele tenha sido bem plantado, enraizado, cristalizado, formado em bases sólidas do conhecimento mútuo. A coisa pode começar a complicar, quando sobrepondo-se ao amor, surge a Paixão, um sentimento essencialmente efêmero, e que por vezes faz findar relacionamentos que poderiam ser duradouros, porque a Paixão acaba no primeiro contratempo, no primeiro desentendimento, no envelhecimento ou na doença, quando não tem mais corpo para oferecer, quando não tem mais beleza, força física, dinheiro, nem propriedades... E esse é o retrato exato,  paixão dura enquanto existe tesão, mas o Amor existe enquanto houver calor, o calor da vida, que pode ser sentido mesmo quando ela se vai, e o mesmo acontece com a Amizade.
Finalizando é fácil entender que Amor e Amizade, podem ser vividos ser reservas com sincera reciprocidade, enquanto que a Paixão, requer cuidados especiais, e não devemos permitir que domine nossa alma.
E aqui ficam os desejos deste humilde escriba, de LUZ, PAZ, AMOR E AMIZADE, plena total e irrestrita.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados