SABER VIVER COM ROMANTISMO

 


SABER VIVER COM ROMANTISMO
Marcial Salaverry

 
Poderá o romantismo estar fora de moda, mas o assunto parece inesgotável.
Justamente por esse motivo. Por estar meio esquecido muita gente sente falta dele, sentindo a necessidade de resgatá-lo.
Convenhamos que o romantismo faz falta em nossa vida, pois sem ele, a vida fica um tanto quanto árida, mecânica, não tendo aquele toque meio que poético das épocas ditas românticas.
Parece certo que não podemos apenas pensar nas obrigações do cotidiano, em nossas responsabilidades,  em nossos deveres.
Temos que reservar um pouco de nosso tempo para nosso interior, para nossa vida íntima.
 Por vezes a alma deve superar a razão.
Temos que descobrir coisas de que realmente gostamos, para fazer algo com prazer, ao invés de só "cumprir com nosso dever". Nisso está a vida conjugal.
É importante dar a devida atenção a quem vive conosco, e que muitas vezes sofre devido
aos problemas que trazemos de fora.
É importante saber separar as coisas.
Nem nossa família tem culpa dos dissabores que enfrentamos em nossa vida profissional,
nem nossos colegas de trabalho tem culpa de nossos problemas  domésticos.
Uma coisa é uma coisa, e outra coisa é outra coisa, já dizia o famoso L'Inconnu.
Esse é um dos grandes segredos para manter-se relacionamentos duradouros e em paz.
A vida conjugal é feita de pequenas atenções e de muito romance. 
Por mais prosaico que possa parecer, oferecer um ramo de flores, para a esposa, e esta aparecer com o chinelo favorito, ou com aquele aperitivo que tanto gostamos... Coisinhas bobas como essa, ajudam a criar um clima.
Aquele namoro no sofá da sala, ao invés de prestar atenção na novela...
Vocês não faziam isso quando namoravam? Por que não fazer agora?
Só porque estão casados e é bobagem? É bobagem, sim.  Mas continua sendo gostoso.
Namorar sempre é bom, seja com 45 minutos ou com 45 anos de casados.
Quando você ia se encontrar com seu namorado, se arrumava toda, não?
Agora, por que receber o marido toda descabelada e cheirando a cebola? 
Dá um tapa na figura,  uma penteadinha nos cabelos, para que ele veja que você continua bela e desejável como sempre foi, e não continue lhe comparando com  a secretária de vendas, sempre elegante e bem arrumada.
Maridos e esposas devem continuar a seduzir-se, como quando eram apenas namorados.
Parece coisa sem importância, mas esquecer a novela durante uns minutinhos para namorar ou bater um papinho, para botar a conversa em dia, ajuda e muito a manter um bom clima no relacionamento.
Esquecer aquele chopinho com os amigos para levar a esposa ao motel faz surgir algo de diferente no ar. Lembra o tempo de namoro.
O segredo é namorar, é manter sempre um clima de romance. É passear de mãos dadas pela vida afora. 
É nunca ter vergonha de dizer "EU TE AMO".
Parece mentira, mas existe muita gente que acha não ser preciso dizer "essa bobagem", pois "já somos casados há tanto tempo".
Ledo e triste engano... Essa frase é importantíssima sempre que sincera.
Quando se ama de verdade, não se pode deixar de dizer, por acha-la desnecessária.
Por mais ocupados que sejam, por mais corrido que seja o dia a dia,  sempre deve-se encontrar um tempinho para o namoro.
Não digo tempo para o sexo mecânico e "por obrigação" e sim,  tempo para o namoro chameguento e meloso, para uma conversinha gostosa, um papinho descontraído, quando as criançasvão dormir...
Aqueles minutinhos reservados para os dois se lembrar de que são gente, e se amam...
Colocar aquele disco favorito na vitrola e dançar na sala, é romântico demais, e se rolar um vinhozinho, ou um licorzinho, melhor ainda... É melhor do que um assistir a novela numa sala, o outro vendo o jogo na outra.
Acabada a programação vão para a cama "cumprir a obrigação" de marido e mulher.
Experimentem mudar o programa. Fugir da rotina sempre é bom... Alguma novidade de vez em quando.
Por exemplo, chegar e convidar a esposar para jantar fora, e curtir a companhia um do outro.
Pequenas coisas que trazem grandes resultados.
Vejam que beleza que meu amigo L'Inconnu escreveu nesta mensagem: 
Lição para casais:  Um casamento pode ser plantado no céu, mas sua manutenção
deve ser feita colhendo os frutos dessa semente na terra.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados