COISAS DA INGRATIDÃO

 

Quando sofremos com um ato de ingratidão, por vezes, ficamos arrasados, porque jamais poderiamos supor que alguém que sempre mereceu nossa amizade e consideração, pudesse agir dessa maneira.

Mas, se algo pode servir de consolo, geralmente o "vitorioso", se é assim que podemos chamar quem faz uma falcatrua dessas, acaba sofrendo mais do que sua "vítima".
Sim, quando aquela pessoa que não nos soube entender, perceber o grau da besteira cometida, já será tarde...aí, então, dará valor a quem tinha de seu lado.
Agora, aquele sócio que nos fraudou, que nos roubou no que tínhamos de mais importante...apesar de conseguir sucesso...apesar de conseguir fortuna...será que está em paz com sua consciência ? Será que afunda a cabeça no travesseiro e dorme em paz?    Talvez sim, pois os canalhas não tem consciência, e conseguem sobreviver muito bem com suas safadezas (senão todos os políticos teriam insônia...), mas...um dia a casa cai.  Não tenham dúvidas, e não estou falando do "castigo de Deus", não, estou falando que um dia essa pessoa vai, fatalmente, olhar para trás, e ver que seu êxito todo simplesmente começou ingloriamente...e essa sensação não é muito agradável...essa idéia de que "não tenho mérito nisso", já levou gente ao suicídio.  Enfim, não sejamos trágicos, nem desejemos o mal a ninguém, mas somente, que as pessoas adquiram consciência de que a dignidade é um bem muito grande para ser desprezado, e que pensem melhor antes de procurar subir, passando por cima de quem sempre lhes dewdicou amizade.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados